Stephen William Hawking físico e pesquisador britânico morreu hoje, quarta-feira com 76 anos de idade. Stephen foi um dos físicos mais conhecidos em todo o mundo devido a abordagem em temas polêmicos como natureza da gravidade e como se originou o nosso universo.

Como se não bastasse os anos de dedicação para descobrir a teoria de tudo, Hawking também tinha sua própria luta, contra a esclerose lateral amiotrófica, que foi pouco a pouco impedindo que a mente brilhante tivesse mobilidade e liberdade física.

A causa da morte, que foi divulgada pelos seus familiares, ainda não foi confirmada.

Quem era Stephen Hawking

Nascido em 08 de janeiro de 1942, Stephen Hawking percorreu um longo caminho até o sucesso. Em 1960, ganhou fama com a teoria da singularidade do espaço-tempo, aplicando a mesma ideia do que ocorre com os buracos negros no universo e detalhou o evento em seu libro “Uma breve história do tempo”, que foi lançado em 1988 e logo se tornou um best-seller.

Assim como citado anteriormente, o físico era portador da doença degenerativa considerada grave, e mesmo com essas limitações, ele lutou por décadas para tornar o universo físico melhor. Com um sintetizador eletrônico, Hawking produzia uma voz robótica, a qual usava para se comunicar com as pessoas e expressar suas ideias e ideais ao público que o seguia. Um exemplo respeitável de perseverança e dedicação.

Para produzir as palavras, o físico formava as palavras em uma tela com o movimento dos olhos, a qual também era utilizada para movimentar sua cadeira de rodas.

Uma outra descoberta importante, foi que os buracos negros, densos e sem luz, não são realmente negros quando explodem – simploriamente. Eles liberam partículas e radiação antes de desaparecerem.

Trajetória de Stephen Hawking

Nascido e 08 de janeiro de 1942 (300 anos após a morte Galileu), estudo em Oxford, e com 8 anos se mudou para Sr. Albans nas proximidades de Londres. Entrou na Universidade de Oxford, onde fez física, formando-se em 1962.

Em 1965, o então físico “novato”, recebeu seu primeiro prêmio a classe de licenciatura em Ciências Naturais. Em seguida, Hawking se mudou para a Universidade de Cambridge, onde era professor lucasiano emérito – cargo ocupado por grandes cientistas como Isaac Newton e outros.

Ele também foi diretor do Departamento de matemática Aplicada e Física Teórica da universidade de Cambridge, focando sempre em cosmologia teórica e gravidade quântica.

Ao total, Hawking escreveu 14 livros e também teve um filme “A teoria de tudo”, que rendeu o Oscar de melhor ator a Eddie Redmayner, que interpretou o físico no filme.

Aos 21 anos, Hawking foi diagnosticado com a doença degenerativa que enfrentou até os últimos dia de sua vida. Com a morte dos neurônios motores, aos poucos o físico começou a perder a capacidade de falar, engolir, respirar e se locomover.

Casou-se a primeira vez em 1965, separou em 1991, em 1995 casou pela segunda vez e se divorciou em 2006. Hawking teve três filhos.

Stephen também recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade, diretamente de Barack Ibama na Casa Branca, além de diversos outros prêmios ao longo da sua carreira.

E hoje, infelizmente perdemos uma mente brilhante, no mesmo dia em que nasceu Albert Einstein em 1879. Apesar de não concordar com algumas de suas teorias, admirava-o como físico e nerd raiz, e por isso, presto minhas condolências a esse grande cientista que tivemos em nossa geração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here